Entenda como funciona a estrutura de um e-commerce

Entenda como funciona a estrutura de um e-commerce
Por  Admin  |   14 mai 2021

Nos últimos anos, as lojas virtuais têm batido recordes de vendas. Em 2020, por exemplo, foram feitos mais de 194 milhões de pedidos online que geraram um faturamento de mais de R$87 bilhões para as empresas, segundo o relatório Webshoppers 43 da Ebit/Nielsen. 

Esta ascensão do comércio eletrônico atrai empreendedores, que passam a enxergar no e-commerce uma oportunidade de expansão dos negócios, mas muitos não sabem por onde começar. 

Então, compreender o que é e como funciona um e-commerce é um dos primeiros passos para quem decide investir no setor. Quer saber mais? Confira, a seguir, o guia que preparamos com tudo o que você precisa saber antes de criar uma loja virtual para a sua empresa: 

O que é um e-commerce?

E-commerce é a abreviação de electronic commerce, que traduzido para português significa “comércio eletrônico”. Assim, podemos defini-lo como um negócio estruturado a partir da compra e venda pela internet. 

A grande diferença entre o e-commerce e o comércio físico tradicional é que, ao possuir uma loja virtual, a empresa concentra todos os seus processos no ambiente digital: busca e escolha do produto, venda, atendimento, finalização do pedido, pagamento e entrega. 

No e-commerce também não existem intermediários, ou seja, todas as dúvidas do cliente devem ser tiradas no próprio site, seja na descrição da página, especificações dos produtos ou por meio dos canais de atendimento. 

Vantagens de investir em um e-commerce

Para os clientes, a principal vantagem do e-commerce é a praticidade de comprar onde estiver e receber o produto em casa. Mas, e para os lojistas, quais são os benefícios? 

Descubra agora as principais vantagens do e-commerce para o vendedor: 

  • Investimento inicial baixo; 

  • Funcionamento 24/7;

  • Redução de custos operacionais;

  • Inexistência de fronteiras para vender; 

  • Atualização em tempo real; 

  • Atendimento personalizado; 

  • Vitrine atrativa com descrição dos produtos;

  • Possibilidade de monitorar o comportamento do consumidor e acompanhar resultados.  

Como funciona um e-commerce na prática?

Agora que você já entendeu o que é e quais são as principais vantagens do e-commerce, deve estar se perguntando: como colocar tudo isso em prática? 

Assim como em uma loja física, vender na internet exige planejamento e cuidados específicos, como escolher uma plataforma para hospedar a loja virtual, pensar nos meios de pagamento, logística de entrega, atendimento ao cliente e estratégias de divulgação. Vamos falar mais sobre isso a seguir: 

Plataforma 

Uma loja virtual é criada a partir de uma plataforma que possui todas as ferramentas de gerenciamento do negócio. É por meio dela que você publica os anúncios dos produtos,  processa os pagamentos, lida com clientes, inclui preços, lança promoções, gerencia o estoque, entre outras coisas, além de escolher o layout e identidade visual do site. 

Existem diversas opções de plataformas disponíveis no mercado, mas as mais populares são: Woocomerce, Magento, nopCommerce, Shopify e Nuvemshop. 

Na hora de escolher a plataforma para o seu negócio, pense sobre suas necessidades a curto, médio e longo prazo para não se arrepender mais tarde. 

Meios de pagamento

Ao lançar a loja virtual, o ideal é que você ofereça aos seus clientes os mais diversos meios de pagamento. Isso dará mais flexibilidade para ele efetuar a compra, evitando desistências e abandono do carrinho. 

Para evitar burocracias e passar mais segurança, o caminho mais simples é trabalhar com intermediadores de pagamento como o PayPal e o PagSeguro. Eles oferecem as opções de pagamento via cartão de crédito, débito ou boleto. 

Logística de entrega

Uma das partes mais importantes do e-commerce, a logística de entrega costuma dar bastante dor de cabeça para empreendedores despreparados. Por isso, avaliar as alternativas para entregar os produtos com segurança aos clientes é fundamental. 

A logística de entrega normalmente acontece em três etapas: notificação, separação e entrega. A primeira coisa que a empresa deve fazer ao receber o pedido é separar o produto no estoque. Depois, o item é embalado e despachado para a empresa responsável pelo envio. 

No Brasil, os Correios são os responsáveis por boa parte das entregas do setor de e-commerce. Ainda assim, é possível optar por utilizar os serviços de transportadoras terceirizadas. 

Atendimento ao cliente

E se durante o processo de compra ou pós-venda o cliente precisar de ajuda? É aí que entra em cena o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor), o setor encarregado para se comunicar com os clientes, resolver eventuais problemas e receber feedbacks. 

Se este canal não existir, ou for ineficaz, a empresa se tornará alvo de reclamações. Com isso, as vendas serão diretamente prejudicadas. Por isso, garanta um atendimento ágil e humanizado nos mais diversos canais: redes sociais, e-mail, chat, telefone e onde mais for necessário. 

Divulgação

Só vender não adianta, também é necessário divulgar a loja para conquistar novos clientes!  

Para o e-commerce funcionar, é preciso criar laços com o consumidor e mostrar o valor dos seus produtos. A produção de conteúdo e humanização da empresa por meio de estratégias de Marketing Digital, Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo são as melhores alternativas para criar maior identificação no público. 

Ficou mais fácil de entender o que é, como funciona e as principais vantagens do e-commerce? Se ainda tiver dúvidas, fale com a gente! Temos ótimos especialistas em criação de e-commerces de alta performance esperando por você: easy@easycomtec.com 

Tags

Fale Conosco

Entre em contato para solicitar um orçamento.

Nome
Email
Telefone
Mensagem

Newsletter

Fique informado das novidades, promoções e dicas para tornar a sua empresa ainda melhor.

você deseja adicionar Easy na sua tela inicial!

SIM EU QUERO!