Trabalho Remoto- Tendência pro futuro

Trabalho Remoto- Tendência pro futuro
Por  Admin  |   30 nov 2016

É relevante observar atualmente o surgimento de várias vagas com a possibilidade de se trabalhar remoto, o conhecido, home office,  se percebe, inclusive, que esse tipo de trabalho é uma grande tendência para o futuro, quando se pensa em qualidade de tempo e produtividade aliada a satisfação do funcionário. O trabalho remoto cresceu 80% de 2005 para 2012. A grande parte desses trabalhos hoje são da área de tecnologia de informação, seja como desenvolvedor, designer, marketing digital, entre outros. Outra área que adota muito esse tipo de trabalho é o de telecomunicações.

 

É bom frisar: home office não tem nada a ver com passar o dia de pijama em frente ao notebook, com a televisão ligada e a atenção dispersa. Reservar e organizar um espaço próprio para o trabalho em casa é essencial. Deve-se ser disciplinado, ter horários e cumpri-los.

 

Um dos grandes motivos para que muitas empresas inserirem essa forma de trabalho na sua empresa é o trânsito nas grandes cidades e também a falta de qualidade de vida. A evolução da mobilidade digital definitivamente não foi acompanhada pela mobilidade urbana. Segundo um estudo da Fundação Getulio Vargas, o tempo médio gasto no percurso (só de ida) até o trabalho pode alcançar 46 minutos em São Paulo e 52 minutos no Rio de Janeiro. A duração da viagem aumenta em uma relação inversa à renda do trabalhador – e é esticada em mais seis minutos e meio a cada 10 mil novos carros que chegam às ruas. Tudo isso significa tempo e dinheiro que escorrem pelo ralo, com impactos na saúde e no meio ambiente. Nada mais natural, portanto, do que driblar a necessidade de deslocamentos com ajuda da tecnologia, adotando arranjos flexíveis que dispensem a presença física em tempo integral do funcionário no escritório.

 

Outro ponto importante a ressaltar é notado na melhora da performance dos funcionários que tem a opção de trabalho remoto, pois normalmente em um ambiente de trabalho, os funcionários acabam tendo distrações, diminuindo a concentração e nem sempre  atingindo a produtividade esperada. De acordo com um estudo patrocinado pela Dell e batizado de Global Envolving Workforce  54% dos brasileiros se consideram mais produtivos ao trabalhar em casa. Além disso, Uma oferta melhor não significa necessariamente um salário mais alto, 64% dos trabalhadores disseram que iriam sacrificar o salário para trabalhar em casa.

 
 

Essa pesquisa abordou 4.764 funcionários de pequenas, médias e grandes empresas em 12 países (África do Sul, Alemanha, Brasil, China, França, Emirados Árabes, EUA, Índia, Japão, Reino Unido, Rússia e Turquia). Em relação ao Brasil, o estudo mostra que 56% dos profissionais são liberados para fazer home office; desse contingente, 69% trabalham em casa por até 25% das horas semanais. Entre os benefícios relacionados à prática, 49% disseram sentir menos estresse, 45% dirigem menos, 33% dormem mais e 52% têm mais tempo para a família.

 

Sendo assim, as empresas e os funcionários só tem a ganhar com esse novo modelo de trabalho.

 

Tags

Fale Conosco

Entre em contato para solicitar um orçamento.

Nome
Email
Telefone
Mensagem

Newsletter

Fique informado das novidades, promoções e dicas para tornar a sua empresa ainda melhor.

você deseja adicionar Easy na sua tela inicial!

SIM EU QUERO!