O que é Market Place?

Por  Admin  |   30 nov 2016

Market place

 

Comprar e vender pela internet nos dá uma gama enorme de possibilidades de produtos concorrentes. Quando falamos de marketplace, esse volume aumenta ainda mais. Mas será que você conhece bem esse termo? Sabe o que é e como funciona um marketplace?

O que é um marketplace?

Comparado a um shopping virtual, o marketplace é um espaço de comércio on-line abastecido de forma colaborativa, onde cada empresa vende um serviço ou produto. O marketplace pode ser segmentado ou amplo, tendo sua segmentação interna. Isso quer dizer que temos marketplaces focados em determinado tipo de produto, como o Netshoes, e outros que vendem uma variedade enorme de mercadorias — como o Mercado Livre, por exemplo.

De acordo com uma pesquisa feita com 1.500 vendedores da Amazon, cerca de 0,6% vende mais de US $ 50 milhões por ano - apenas na Amazon. Esse nível de vendas é uma grande conquista para qualquer varejista, mas para várias empresas para gerar mais de US $ 100M apenas através da Amazon.

Como funciona um marketplace?

Para realmente entender o funcionamento de um marketplace, imagine um shopping físico, local onde existem vários espaços para locação. O lojista procura o shopping, confere as regras para instalar sua loja ali, os valores que devem ser pagos mensalmente, verifica se está dentro do seu orçamento e então aluga o espaço. Exatamente o mesmo acontece no marketplace.

Nesse caso, você entra em contato com a plataforma, verifica os requisitos de adesão e, se cumprir com todos e estiver de acordo com os valores de taxas administrativas, custos por clique, comissões e assim por diante, tem sua conta aberta e validada para iniciar o upload dos seus produtos. Com sua página pronta, é só começar a vender!

Se você tiver um e-commerce próprio, ainda pode ser possível integrar sua loja virtual com o marketplace, dispensando o retrabalho de inserir todos os produtos em 2 plataformas. Para isso, basta que os sistemas conversem entre si. Aí você pode até selecionar quais produtos deseja vender pelo marketplace e quais quer manter como exclusividade na loja própria.

Quando uma venda é efetivada pelo marketplace, automaticamente os custos dessa intermediação são retirados para a administradora da plataforma, sendo que o restante do valor fica em uma conta virtual, da qual você pode sacar o dinheiro sempre que quiser.

Como se diferenciar em um marketplace?

Por funcionarem como shoppings on-line, onde estão presentes diversas lojas virtuais, é bastante comum encontrarmos produtos semelhantes ou até mesmo iguais nos marketplaces. Nesse cenário, o que faz com que você venda mais (ou menos) que a concorrência são os diferenciais que emprega no seu negócio.

Uma das preferências do consumidor on-line é o frete grátis. Acredite: você pode até cobrar um pouco mais do que os demais lojistas, mas se o frete for grátis, já ganha o coração de muitos compradores. O prazo também é um elemento que pode fazer você se destacar em um marketplace. Assim, entregas na sua região ou em cidades vizinhas podem ser realizadas em tempo recorde, como 24 horas, deixando seus clientes não só satisfeitos como propensos a pagar um pouco mais por essa comodidade.

Opções de parcelamento e pagamento também são sempre bem-vindas pelos consumidores de um marketplace. Faça uma análise de quais são as formas de pagamento que seus concorrentes oferecem e busque se diferenciar de alguma forma, seja com descontos por pagamento à vista ou viabilizando um maior número de parcelas para compras acima de determinado montante.

Quais são as vantagens e desvantagens do marketplace?

Uma das principais dúvidas que surgem na hora de optar ou não por um marketplace é: o que você ganha com isso? Primeiramente, visibilidade. Afinal, o marketplace é uma grande empresa que investe pesado em marketing e está a todo momento desenvolvendo estratégias de captação e retenção de clientes. Como consequência, o número de visitantes de um marketplace é bem maior que o de qualquer loja virtual, o que expande suas possibilidades de vendas.

No marketplace você também tem ferramentas de vendas e de gestão integradas, facilitando o controle de produtos e transações sem que necessite investir em outro tipo de tecnologia. Além do mais, para quem não entende muito de e-commerce, mas gostaria de vender pela internet, pode confiar no marketplace, que é uma opção segura e de fácil adesão, fazendo com que muitos empreendedores optem por ele no momento de iniciar um negócio.

Dentre as desvantagens está a alta concorrência, já que você não será o único a vender os mesmos produtos e a perspectiva do marketing do marketplace, que é feito com foco nele mesmo e não nos lojistas. E isso exige que você encontre novas formas de dar visibilidade à sua marca.

Como é o marketplace para grandes varejistas?

Há alguns anos, o marketplace era tido como espaço para os pequenos e médios empreendedores fazerem negócio. Entretanto, o que temos observado atualmente é que os grandes varejistas estão entrando com tudo nesse mercado. Esse formato de loja, além de aumentar as oportunidades de vendas, já que apresenta um grande fluxo de clientes, contribui para o trabalho de marca e credibilidade na venda de produtos.

Um exemplo de uma grande marca trabalhando nessa plataforma é o extra.com, que funciona como um marketplace onde encontramos desde alimentos a artigos eletrônicos, tudo em um só lugar.

Segundo um levantamento do e-bit (empresa responsável por pesquisas de internet), os marketplaces brasileiros movimentam um volume de mais de 30% do comércio on-line tradicional. Além disso, esse tipo de comércio aumenta o potencial da marca nas buscas orgânicas, pois compartilha uma plataforma já consolidada.

É preciso medir resultados e fazer acompanhamentos?

Como sabemos, nem tudo que dá certo para um dá certo para todos. Portanto, meça seus resultados e se antecipe caso seja necessário refazer alguma estratégia. Em um e-commerce, tal qual no negócio físico, é fundamental medir dados como volume de vendas, taxa de crescimento, lucro, ticket médio, entre outros.

Além desses monitoramentos básicos, é preciso avaliar o número de visualizações da sua marca no marketplace, número de leads, conversões geradas e vendas finalizadas. Saber de onde os clientes estão vindo também é muito importante para que você trace estratégias pontuais na busca por novos clientes. Não se esqueça de medir o tempo de permanência do cliente no seu site ou de mensurar a taxa de desistência e onde ela ocorre. Assim você conseguirá melhorar seu fluxo e a eficiência dos seus processos.

Lembre-se: no mundo virtual, quanto melhor for a qualificação da sua marca, maior será o seu destaque nos sites de buscas. A questão não é escolher entre uma loja virtual ou um marketplace, mas sim estar (com ou sem loja virtual) em um marketplace para fomentar o crescimento do seu negócio e atingir outros públicos!

 

Exemplos de Market Places: Amazon, BuscaPé. Mercado Livre, Posthaus e Netshoes.

 

Tags

Faça uma busca

Notícias Recentes (148)

Software pronto ou software customizado? Inteligência Artificial Chatbot Dicas para criação de conteúdo Instagram libera recurso de compra online no Stories Vaga para Analista de SEO Integração de Sistemas 4 dicas de SEO para a sua Empresa Vaga para Programador Asp Net Senior Ver Todos (148)

Curtir e Compartilhar

Tags

Tecnologia SPF ERP DMARC Planejar Windows MVP Blokchain Lean Startup Layout Projetos Podcast Inteligência Artificial design DKIM Criptomoeda Bitcoin Mac Audiobook CMS Logotipo Compliance Linux ferramenta IA conteúdo de valor software comunicação automatizada automatização vaga emprego trabalhe conosco chatbot bot software pronto software customizado metrics results strategy business model Instagram métricas Website ASP.NET SEO Google Yahoo Bing Trabalho Remoto Inovação Tendência Home Office Qualidade de vida Market Place Shopping Virtual Vendas Criatividade Estímulo Habilidade C# WordPress Starts up Slack Snapchat PHP JAVA VB.NET COBOL UI Framework Microsoft Ansiedade Vida profissional Vida pessoal Web Semantica Aplicativo Mobile Android IOS IPhone 7 Apple Ionic Cordova Selenium Aurélia Angular Gamification Dispositivos Móveis Camera modelo de negócio empreendedor inovador clientes incentivo funcionários caridade Easy doações site TI ideias invadora inovar curiosidade ideia cultura organizacional resultados feedback comunicação mudança estratégia vídeo institucional produto serviço credibilidade estratégias mensagem empresa AMP PWA Internet cliente usuário E-commerce marketing de conteúdo negócio conteúdo Parcerias Parceiro Comercial crescimento empresarial novas tecnologias sinergia empresarial empresa remota Homeoffice Brasil trabalho email marketing

Fale Conosco

Entre em contato para solicitar um orçamento.

Nome
Email
Telefone
Mensagem

Newsletter

Fique informado das novidades, promoções e dicas para tornar a sua empresa ainda melhor.