A ansiedade nos projetos, vida profissional, vida pessoal

A ansiedade nos projetos, vida profissional, vida pessoal
Por  Admin  |   09 jun 2017

Ansiedade nos projetos, vida profissional e vida pessoal
Ninguém escapa dela: faz a gente roer as unhas, perder a concentração, dá até um mal-estar de vez em quando. Desvia a nossa atenção e deixa o pensamento direcionado lá para o futuro. É a tal da ansiedade! Essa sensação maluca de preocupação com o que está por vir. Até certo ponto, ela pode ser positiva, já que faz a gente se prevenir, se preparar. Mas quando começamos a perder o controle, essa apreensão antecipada nos faz agir de maneira impensada, prejudicando nossos resultados.
Muitas vezes, uma série de coisas começa a desandar e a gente nem imagina que a culpa pode estar na nossa mente acelerada. Você já tentou fazer várias tarefas ao mesmo tempo e acabou não fazendo nada bem feito? Já perdeu o sono pensando nas missões do dia seguinte? Já teve dificuldade para se manter parado num mesmo lugar? Pois é, são sinais de ansiedade excessiva! E tem mais: a tecnologia, apesar de nos trazer tantos benefícios, pode potencializar essa preocupação com o futuro. “Excesso de aplicativos (principalmente o WhatsApp) aumenta muito a ansiedade porque estamos sempre à espera de uma resposta que ainda não chegou (principalmente se já tiver sido visualizada)”. 
Somos cobrados e nos cobramos constantemente, por metas e ideias que possam melhorar um departamento ou, até mesmo, o negócio da empresa. Para os mais jovens domar o imediatismo é uma das metas a serem vencidas, pois, eles não possuem a paciência necessária para passar pelas fases e exigências que as empresas estipulam para alcançar cargos e salários mais altos.
No mundo corporativo este é um quadro recorrente e de alta incidência (acima dos 30%), e é o principal diagnóstico dos executivos no consultório, junto com o diagnóstico de depressão. O excesso de estímulos e de pressão, a necessidade de obter resultados, medo da perda do emprego, situação financeira difícil, situação econômica do país complicada, acirramento de competição entre empresas e, principalmente, dentro da organização em que atua, são os principais motivos para o aumento da ansiedade.
As conseqüências em seu nível disfuncional diminuem a produtividade, tira a clareza, impossibilita visão estratégica, diminui o ritmo de resultados positivos, embora, acelere a pessoa, causa doenças psicossomáticas como infarto e hipertensão e, também, aumenta o stress.
Mas relaxe, respire, tome uma água e foque, seja na vida pessoal ou na vida profissional. Existem formas de controlar a ansiedade. Preste atenção nessas dicas para controlar a ansiedade excessiva:
1 - Planeje sua agenda: delimite quais são as atividades a serem desenvolvidas num espaço de tempo (dia, semana, mês), quanto tempo será destinado para cada atividade e o tempo necessário entre o término de uma atividade e o início da próxima.
2 – Execute o planejado: apenas faça o que planejou. Lembre-se que cumprir ações em espaços curtos de tempo nos traz a sensação de “dever cumprido” a cada pequena etapa. Não se esqueça de recompensar-se por cada estágio cumprido.
3 – Avalie o que foi executado: aprenda com seus resultados. Mantenha o que deu certo e modifique o que precisar.
E lembre-se: quanto mais você se concentrar no que está fazendo, mais tranquilo será, além de aumentar seu nível de qualidade e precisão nas atividades executadas, o que trará melhores resultados.  

Tags

Fale Conosco

Entre em contato para solicitar um orçamento.

Nome
Email
Telefone
Mensagem

Newsletter

Fique informado das novidades, promoções e dicas para tornar a sua empresa ainda melhor.

você deseja adicionar Easy na sua tela inicial!

SIM EU QUERO!